2 Novos projetos de investigação científica aprovados pela FCT

13.08.2022

O Departamento de Museologia no âmbito do Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento (CeiED), acaba de ver aprovados 2 novos projetos de investigação no Concurso de Projetos IC&DT em todos os domínios científicos da FCT:

1. Corpos Geradores: da agressão à insurgência. Contributos para uma pedagogia decolonial. (Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico) Coordenado pela Professora Judite Primo (30 meses) Financiamento 199.000€. Data de início 01/01/2023

2. Arte Contemporânea - Um caminho para uma museologia inclusiva. (Projetos de Investigação Exploratória) Coordenado pela Professora Marta Jecu (18 meses) Financiamento 49.000€. Data de início 01/01/2023

Ambos se situam no campo da Sociomuseologia e envolvem além de docentes e de doutorandxs, uma vasta rede de parcerias.

Em breve teremos disponíveis as páginas web com todas as informações sobre os projetos.

A todes envolvidos os nossos parabéns com a certeza de termos muito trabalho pela frente  

 

Estes dois novos projetos serão desenvolvidos em simultàneo com:

ECOHERITAGE: ecomuseums as a collaborative approach to recognition, management and protection of cultural and natural heritage, project no 2020-1-ES01-KA204-082769,.
EcoHeritage: Ecomuseus como uma abordagem colaborativa para o reconhecimento, gestão e proteção do patrimônio cultural e natural é um projeto financiado pelo Programa Erasmus+ da UE com foco na esfera dos ecomuseus, com parceiros na Itália, Polônia, Portugal e Espanha. O projeto visa a cooperação entre ecomuseus, comunidades e parceiros do projeto para a inovação e o intercâmbio de boas práticas na gestão do patrimônio.

https://ecoheritage.eu/

 

O projeto O papel social da inovação nos museus portugueses  (INOMPOR),selecionado no quadro do 3ª edição Seed Projects (Projetos Exploratórios), deverá ter inicio em Outubro de 2022.
Partindo do reconhecimento de que os museus se assumem como instituições orientadas para a prestação de serviços (segundo o ICOM), a inovação deve ser promovida como uma cultura dentro das instituições, procurando promovê-la como movimento para gerar mudança social, e não apenas como promoção de dispositivos eletrônicos para encantar os visitantes - uma mera “gadgetização”. Como os museus entendem e atuam no campo da inovação? Como eles entendem a contribuição da inovação

Galeria